A velocidade de carregamento de um website é um dos factores críticos de sucesso para uma boa experiência para o utilizador e, tal como aprendemos no ano passado, tem um impacto directo nos rankings de pesquisa no Google.

O recente lançamento (ainda em beta) do “Page Speed Service” dá-nos os mais recentes items numa longa lista de produtos e ferramentas preparados para o ajudar a acelerar o seu site. Não querendo preparar uma lista ostensiva, enumeramos apenas algumas ferramentas que julgamos merecerem a sua atenção.

Primeiro, meça a velocidade do seu site

O primeiro passo para diminuir o tempo de carregamento do seu site é ter uma ideia muito concreta de quanto tempo é que ele demora mesmo. A sua experiência de velocidade pode ser muito diferente da experiência de outro utilizador com uma ligação à internet, browser ou localização diferente. Por isso, para o ajudar, aqui estão as três principais ferramentas:

Pingdom

Pingdom é um site que testa o tempo de carregamento da sua página e explicita quanto tempo é que cada script, ficheiro css ou outro tipo de media demora a carregar. Poderá utilizar os dados para decidir se deve consolidar os seus ficheitos CSS ou se deve optar por uma CDN para carregar as imagens de uma forma mais rápida.

Adicionalmente, o Pingdom permite que teste as suas definições de DNS para diagnóstico de eventuais questões, testando também a ligação à rede do seu servidor.

YSlow

O YSlow da Yahoo já tem alguns anos mas não foi por isso que deixou de ser útil, mesmo com a chegada de vários competidores no mercado. O YSlow, que está disponível como plugin do browser para o Firefox e Chrome, mede o tempo de carregamento, preparando depois um relatório detalhado, avaliando o desempenho.

Ao contrário de algumas ferramentas desta natureza, o YSlow dá conselhos específicos sobre como melhorar o tempo de carregamento da página. O documento “Best Practices for Speeding Up Your Website” é uma leitura que vale a pena para qualquer webmaster ou dono de site, independentemente de já estar a utilizar, ou não, as ferramentas da Yahoo.

Google Page Speed

A Google tem-se concentrado recentemente na questão da velocidade dos sites, lançando vários produtos e anunciando, já no ano passado, que a velocidade de carregamento de um website passaria a desempenhar um papel importante nos rankings das pesquisas online.

Antes de lançar algumas ferramentas para aumentar a velocidade, a Google desenvolveu a sua própria resposta ao YSlow da Yahoo, apelidando-o de Page Speed. Este encontra-se não só disponível como uma extensão do browser como também como um teste baseado num site. É bastante semelhante ao YSlow, na medida em que aponta várias sugestões que, se resolvidas, melhorarão a velocidade do seu site. A ferramenta ordena ainda estas sugestões por prioridade, o que é uma boa ajuda para podermos perceber que tipo de questões podemos resolver primeiro.

[title]Melhore a velocidade do seu site[/title]

Assim que já tenha uma ideia do que necessita de melhorar poderá, desde logo, começar a implementar a melhor solução. Inevitavelmente, algumas das alterações necessárias irão requerer alguma programação, mas existem algumas ferramentas que lhe irão dar uma ajuda.

Google’s mod_pagespeed e o Page Speed Service

Em adição à sua aplicação para medir a velocidade, a Google disponibiliza algumas ferramentas que o poderão ajudar a fazer algo pelo seu site lento. A primeira é o mod_pagespeed, um módulo para o Apache que rescreve o HTML, JavaScript, CSS e as imagens numa página, distribuindo-os aos utilizadores de uma forma mais eficiente. Recentemente, a Google apresentou-nos o Page Speed Service, que alcança os mesmos resultados mas, desta feita, através de simples alterações no DNS. No futuro, a Google poderá cobrar por este serviço mas, por enquanto, a versão beta é gratuita.

Outras Content Delivery Networks (CDN’s)

Uma das formas mais eficazes de melhorar velocidade do seu site é distribuir os elementos estáticos através de uma content delivery network (CDN). Existem vários serviços deste tipo, com preços muito variados.

Algumas das melhores CDN’s comerciais incluem a AkamaiMaxCDNLimelight Networks e a BitGravity. A CloudFlare é um produto mais vocacionado para a segurança dos websites mas também dispõe de CDN e melhorias na velocidade de carregamento. Para o nosso site, utilizamos a Amazon CloudFront.

Diminua e dilua o seu código para um carregamento mais rápido

Outro potencial culpado que pode aumentar o tempo de carregamento de um website é o código que não foi consolidado, particularmente o CSS e o JavaScript. Ainda que possa, manualmente, remover o espaço em branco e consolidar os ficheiros externos, existem alguns automatismos que tornam a tarefa mais fácil.

MinifyJavaScript é um ferramenta simples baseada na web para comprimir o seu JavaScript directamente a partir do seu browser. De forma semelhante, este site fará o mesmo para JavaScript e CSS utilizando o YUI Compressor da Yahoo.

Já o Minify é uma ferramenta baseada em PHP que os programadores podem utilizar para, de forma automática, comprimir e consolidar scripts externos. Existe também um plugin no WordPress para o fazer.

Como planear um website?

Subscreva a nossa newsletter e faça download gratuito do nosso guia de planeamento essêncial de um website.