De acordo com um estudo conduzido pela Universidade do Missouri, quem o visita online demora menos de dois décimos de segundo a formar uma opinião acerca da sua marca. Isto significa que o web design do seu site poderá imediatamente induzir um consumidor a comprar os seus produtos ou, por outro lado, a procurar alternativas. Quando o web design do site tem menos de um segundo para criar uma boa impressão, precisa de saber exactamente o que deve ser considerado uma prioridade.

Aqui ficam umas dicas sobre como optimizar o design de cada um dos principais elementos:

Navegação

Uma navegação fácil e rápida irá construir confiança na mente do consumidor. Quando um site está à disposição do visitante para ser explorado, leva o consumidor a acreditar que nada há a esconder. Têm ainda que existir breadcrumbs bem definidas em cada página para ajudar o cliente a saber onde está quando visita o site.

Para além de ser fluída, a navegação também deve ser esteticamente criativa. Mesmo sem trabalhar muito os botões animados, poderá jogar com linhas e formas básicas para dar um ar fresco e diferente entre os milhares de sites que os seus clientes visitam todos os dias.

Imagem Principal

Os visitantes são atraídos pelos elementos visuais. Se está a utilizar uma imagem em destaque na sua página inicial, está a garantir que os olhos dos clientes estão direccionados num único ponto. Poderá então tornar-se mais fácil de guiar os seus olhos para um qualquer incentivo à acção. A imagem de destaque deve ser nítida e ter uma gestão de cores e tamanho optimizados para um carregamento rápido.

Apesar disto, a única regra é que não existem regras. Mesmo que não tenha um elemento visual grande, poderá ainda assim guiar os olhos do utilizador com o posicionamento de outros elementos na sua página.

Conteúdo

O conteúdo do seu site deve ser adaptado ao seu cliente. Em vez de se vangloriar com tudo o que a sua empresa conquistou ao longo dos anos, o seu objectivo deve ser o de passar a mensagem aos seus visitantes e clientes como é que os pode ajudar a atingir os seus objectivos. O tom e a voz do seu site devem ser pessoais e de acordo com a idade e personalidade dos seus clientes. Dirija o seu foco para um leitor ao invés de tentar chegar a milhões.

Mantenha o conteúdo pequeno e simples. A pesquisa demonstrou que as pessoas lêem 49% das páginas com 111 palavras ou menos e apenas 28% das páginas com 593 palavras. Isto mostra que quanto mais divagar, mais oportunidades de ser levado a sério perde.

Artigos Recentes e/ou Populares

Os artigos populares são para os sites o mesmo que os Gato Fedorento são para os anúncios da PT. Se dirige um blog, sabe que é sempre bom mostrar o que as outras pessoas estão a recomendar. Funciona como uma aprovação dos outros leitores. Se tem artigos que foram adicionados recentemente, deixe que o seu visitante saiba para que possa estar a par de tudo o que o seu site e/ou blog tem para oferecer.

Existem vários estudos que provam que, só por adicionar um destaque para os artigos populares ou recentes, se aumentam as aparições nos resultados de pesquisa do Google. Os artigos recentes ajudam o Google a indexar as últimas páginas de uma forma mais rápidas, adicionando-as ao fluxo de novo conteúdo relacionado com aquele assunto.

Botões de Partilha

Ao adicionar botões de partilha nas redes sociais assegura que os seus visitantes poderão emitir opiniões sobre a sua marca de forma muito simples. Isto dá-lhes o poder de partilhar imediatamente pensamentos com os seus amigos . Entretanto, também lhe dá a possibilidade de seguir o que as pessoas dizem sobre a sua marca. Poderá ainda monitorizar o tráfego que provém das ligações nas redes sociais, pesquisas ou outras formas de publicidade.

Quem visita o seu site espera ver botões de partilha. Portanto, adicioná-los não lhe trará quaisquer pontos bónus. Mas, ao não adicionar, estará a quebrar as expectativas dos visitantes, que abandonarão a sua página a pensar que não está minimamente actualizada face aos padrões actuais.

Estética

Lembre-se sempre que o cérebro humano está preparado para reparar em coisas fora do comum. Boa parte do que temos vindo a falar neste artigo reporta a questões técnicas. Contudo, não menospreze a questão estética pelo que a linguagem do design deverá ser consistente.

Lembre-se que linhas, formas, cores e texturas criam, em conjunto, um estado de espírito e evocam sentimentos. Por isso, deverá criar uma sinergia perfeita entre o que o seu site evoca e o tipo de percepção que pretende criar na mente do cliente.

Conclusão

No fim de contas, a estética do seu site não poderá exercer o controlo completo da mente de quem visualiza. Se pretende criar uma primeira impressão melhor, necessitará de olhar para além da estética degladiando-se com as questões mais práticas que também dizem respeito ao web design. Funcionalidades como os artigos mais recentes podem aumentar a sua presença nos resultados de pesquisa, enquando os botões de partilha aumentarão o número de visitantes que chegam ao seu site através das redes sociais. Gira o conteúdo de acordo com a personalidade do seu público alvo, oferecendo-lhe um menu que facilite a navegação pelo site.

Por último, dê um passo atrás e analise o seu site como um todo. Olhe-o como se tratasse de uma pessoa. Estará bem vestido? Demasiado formal, ou demasiado casual? Parece sobrecarregado com texto ou está a mendigar por atenção? Confronte todas as fraquezas do seu site e, sem piedade, desfaça-se de algum conteúdo desnecessário. Cada elemento de uma página tem que ter uma razão para lá estar, de outro modo os seus visitantes perguntarão: “E…?”, deixando-o sem pensar duas vezes.

Como planear um website?

Subscreva a nossa newsletter e faça download gratuito do nosso guia de planeamento essêncial de um website.