Pode chamar-lhe branding ou marketing pessoal, desenvolvimento profissional ou qualquer outra expressão da moda. Em qualquer dos casos, arranjar um emprego ou subir na carreira tem tudo que ver com o investimento que cada um de nós faz em si próprio.

Enquanto profissional, você é uma marca para si mesmo. O mercado alvo para o valor único que proporciona são os empregadores que, por sua vez, estão sempre a ser bombardeados com mensagens dos seus concorrentes directos (outros profissionais do ramo) que, por sua vez, também estão sempre a procurar inovar. Desenvolva e publicite a sua marca pessoal utilizando as técnicas de marketing tradicionais.

Os 4 Ps do Marketing Tradicional

Ainda que as fronteiras do marketing tradicional já não existem, em boa parte devido aos meios online e às novas tecnologias digitais, as suas principais tácticas podem ser trabalhadas para o ajudar na sua estratégia de marketing pessoal online.

Os quatro Ps do marketing são produto, preço, promoção e ponto de venda. No reino do marketing pessoal, você é o produto que está à venda, o que significa que terá que aplicar com sucesso o modelo de marketing tradicional a si: a pessoa, o profissional e a marca.

Produto: Seja Consistente e Reconhecido

Para desenvolver uma estratégia de marketing pessoal online, tem que determinar quem é enquanto profissional e construir uma marca pessoal baseada nas suas principais forças, competências e experiência. O que é que consegue fazer que o distingue dos seus concorrentes? Conheça as suas vantagens e conjugue-as por forma a criar uma marca consistente à sua volta, que se completa com uma missão, objectivos e elementos visuais facilmente reconhecíveis. Os gestores de recrutamento de hoje são consumidores sociais que estão mais aptos a contratá-lo com base na experiência que está a vender do que bom base no seu desempenho a executar esta ou aquela tarefa.

Tal como reconhece uma lata de Coca-Cola assim que a vê (e sabe o que espera dela), a sua audiência também deve saber exactamente o que traz de novo e o que ganham ao trabalhar consigo. Mesmo que se tenha promovido enquanto alguém pronto a gerir uma equipa, como especialista de determinada indústria ou como um consultor que fornece novas perspectivas e que inova a forma como as empresas actuam, seja consistente. Decida sobre as principais mensagens que pretende passar e seja fiel à marca que criou para si.

Preço: Conheça o seu Valor

A importância deste elemento no marketing pessoal online tem duas vias. Além de contabilizar o valor que consegue adicionar a uma organização, deve decidir o que você, o profissional altamente motivado, vale e quais os seus limites mínimos, particularmente se decidir trabalhar como freelancer.

Baseado nas suas experiências e conquistas, os seus conhecimentos têm um preço que vem sob a forma de salário. Decida o que vale baseado no quanto é que os seus concorrentes directos estão a ser pagos para o trabalho que desempenham, e seja firme sobre o quanto é que está disposto a aceitar. Cada vez que entra numa loja e compra um produto, o preço é mais ou menos o mesmo e, por isso mesmo, as suas exigências de valor/hora ou salário devem estar alinhadas com o seu nível de experiência e concorrentes de um modo semelhante.

Ponto de Venda: Reconheça o seu Nicho

No marketing tradicional, os produtos são distribuídos em regiões geográficos. Enquanto profissional, você é apenas uma pessoa. Por isso, é crítico que seleccione uma esfera de influência e se restrinja a ela, podendo esta ser baseada no seu sector, conhecimentos ou base geográfica. Seja realista sobre como é que o seu público alvo passa o seu tempo. Procure por quem necessite dos seus serviços e onde é que participam online. Espalhar a palavra em comunidades e nichos onde os seus produtos e serviços não são necessários apenas vai servir para ter mais trabalho e pouca recompensa.

Promoção: Comunique a sua Marca

Este passo final é, sem sombra de dúvidas, um dos mais importantes. Como é que vai transmitir a sua mensagem ao alvo que seleccionou? Seleccionar os meios apropriados pode significar a diferença entre ser ouvido e se perder na confusão.

Para tomar esta decisão tão importante, vire a atenção para o seu público alvo. Por exemplo, se você é um programador freelance que presta serviços para agências, promover-se através de um portfolio online e através das redes sociais é uma estratégia mais eficaz do que seria para alguém que ganha a vida fazendo pequenas tarefas para reformados.

Perceba onde é que os membros do seu público alvo estão e tenha a certeza de que as suas mensagens também lá estão. Uma vez mais, isso pode significar diferentes abordagens que dependerão inteiramente daquela que for a sua audiência. Por exemplo, tanto pode ser um site de apresentação de serviços como um anúncio num jornal local ou em blogs da especialidade. Utilize tudo o que necessitar na sua estratégia de marketing pessoal para que o trabalho fique bem feito.

As novas tecnologias vieram para ajudar a definir interacções pessoais e profissionais. Contudo, para que a sua estratégia de marketing pessoal seja adequada, deve considerar também os preceitos do marketing tradicional. Esteja à procura de um emprego ou pretenda ser considerado um especialista em determinada matéria, pode atingir os seus objectivos ao construir uma marca à sua volta e criando uma primeira impressão memorável que faça com que as pessoas queiram saber mais sobre si.

Sabe como planear o seu website?

Faça download gratuito do nosso guia de planeamento essêncial de um website.

 

Aprenda a planear o seu website para o sucesso.