Os 5 Melhores Cartões de Débito Crypto Gratuitos em 2024

Um cartão de débito de cryptmoedas pode trazer várias vantagens, neste artigo exploramos e avaliamos os melhores, com programas de cashback e sem mensalidades, o que faz destes cartões de débito de cryptomoedas um verdadeiro desconto sobre a inflação do dia-a-dia, espeialmente quando são usados para fazer as suas compras e gastos diários.

TL;DR – Os melhores cartões crypto em Portugal em 2024

Incluem a Bybit, Crypto.com, Binance, Plutus e Nexo.

Cada um tem os seus prós e contras, oferecendo diferentes níveis de cashback, perks e requisitos.

A escolha ideal depende das tuas necessidades específicas, volume de gastos e preferências em termos de criptomoedas.

Antes de escolheres o teu cartão de débito crypto, considera fatores como segurança, experiência do utilizador, suporte ao cliente e implicações fiscais ao fazer a tua escolha.

Mantém-te informado e usa estratégias inteligentes para maximizar os benefícios do teu cartão crypto.

Cartões Crypto de débito sem mensalidades e com cashback

Antes de entrarmos nos detalhes específicos de cada cartão, é importante entender o que são exatamente os cartões de débito crypto e como funcionam. Estes cartões são uma ponte entre o mundo das criptomoedas e o sistema financeiro tradicional, permitindo-nos usar as nossas criptomoedas para fazer compras do dia-a-dia ou levantar dinheiro em caixas multibanco.

O princípio básico é simples: carregamos o cartão com criptomoedas, e quando fazemos uma compra, o cartão converte automaticamente a quantidade necessária de crypto para euros (ou outra moeda fiduciária) no momento da transação. Isto significa que podemos aproveitar a volatilidade das criptos para o nosso benefício, gastando quando o valor está alto, por exemplo.

1. Cartão Bybit

Bybit Card

Começamos pelo cartão da Bybit, que tem ganho uma popularidade tremenda nos últimos tempos, especialmente entre os utilizadores mais frequentes de exchanges.

Prós:

  • Sem taxas anuais – uma grande vantagem para quem quer experimentar sem compromisso
  • Cashback até 10% em certas promoções – embora seja importante notar que estas são geralmente limitadas no tempo
  • Suporte a várias criptomoedas – incluindo BTC, ETH, USDT e mais
  • Interface user-friendly – a app é intuitiva e fácil de navegar
  • Integração perfeita com a exchange Bybit – ótimo para traders ativos

Contras:

  • Processo de verificação KYC pode ser demorado – alguns utilizadores reportam esperas de até uma semana
  • Taxas de câmbio um pouco elevadas – especialmente notável em transações internacionais
  • Limite de carregamento mensal – pode ser restritivo para grandes gastadores

Pessoalmente, uso este cartão há uns meses e estou bastante satisfeito. A app é mesmo fácil de usar e o cashback, mesmo não sendo sempre 10%, é um bónus porreiro. No outro dia, fui jantar fora e recebi logo 3% de volta em BTC – nada mau!

Exemplo prático: Imaginemos que carregas o teu cartão Bybit com 1000€ em BTC. Vais às compras e gastas 50€ num supermercado. No momento da transação, o cartão converte automaticamente o equivalente a 50€ em BTC para euros. Se o cashback for de 3%, receberás 1.5€ em BTC de volta na tua conta Bybit quase instantaneamente.

Dica: Se fores um trader ativo na Bybit, podes aproveitar as flutuações do mercado para carregar o teu cartão quando o BTC está em alta, maximizando assim o teu poder de compra.

2. Cartão Crypto.com

Crypto.com Visa Card

O cartão da Crypto.com é outro forte concorrente no mercado português, conhecido pela sua estrutura de níveis e benefícios atrativos.

Prós:

  • Vários níveis de cartão com benefícios crescentes – desde o básico Midnight Blue até ao exclusivo Obsidian
  • Cashback até 5% (dependendo do nível) – um dos mais altos do mercado
  • Reembolso de subscrições como Spotify e Netflix (níveis superiores) – ótimo para amantes de streaming
  • Acesso a lounges de aeroporto nos níveis superiores – um luxo para viajantes frequentes
  • Sem taxa anual em qualquer nível – um ponto forte comparado com cartões de crédito tradicionais

Contras:

  • Necessidade de stake de CRO para níveis superiores – pode ser um investimento significativo
  • Algumas mudanças recentes nos benefícios causaram descontentamento – a empresa já alterou as condições no passado
  • Período de stake de 180 dias – o que significa que o teu investimento fica bloqueado por 6 meses
  • Taxas de câmbio menos favoráveis para moedas que não o euro

Já tive este cartão e, apesar das mudanças recentes, continua a ser uma opção sólida, especialmente se usares muito serviços como Spotify. No entanto, é importante estar ciente de que os benefícios podem mudar ao longo do tempo.

Exemplo prático: Se optares pelo nível Ruby Steel (que requer um stake de 350€ em CRO), receberás 2% de cashback em todas as compras e reembolso total da subscrição do Spotify. Supondo que gastas 1000€ por mês com o cartão e tens uma subscrição do Spotify de 7€, poderias receber cerca de 27€ em CRO por mês (20€ de cashback + 7€ do Spotify).

Dica: Se estás a considerar fazer upgrade para um nível superior, faz as contas primeiro. Calcula quanto gastarias normalmente num mês e vê se o aumento no cashback e os benefícios adicionais justificam o stake maior.

3. Cartão Binance

Binance Card

A Binance, sendo uma das maiores exchanges do mundo, não podia ficar de fora com o seu cartão. É uma opção particularmente atrativa para quem já usa a plataforma Binance para trading.

Prós:

  • Integração fácil se já usares a Binance – podes usar diretamente os fundos da tua conta Binance
  • Cashback até 8% (com condições específicas) – um dos mais altos do mercado, mas atenção às condições
  • Suporte a múltiplas criptomoedas – podes escolher qual crypto usar para cada transação
  • Sem taxas anuais ou mensais – ótimo para manter os custos baixos
  • Possibilidade de ganhar BNB adicional através de promoções regulares

Contras:

  • Taxas de câmbio podem ser elevadas – especialmente para moedas menos comuns
  • Necessidade de usar BNB para melhores taxas – o que pode não ser ideal se preferires outras criptos
  • O cashback mais alto requer um stake significativo de BNB – o que pode ser arriscado devido à volatilidade
  • Limite de gastos mensal – que pode ser restritivo para alguns utilizadores

Se já usas a Binance para trading, este cartão pode ser uma excelente opção para gastar os teus lucros diretamente. A facilidade de alternar entre diferentes criptos para pagamentos é um grande plus.

Exemplo prático: Imagina que tens 1000€ em BTC, 500€ em ETH e 200€ em BNB na tua conta Binance. Com o cartão Binance, podes configurar uma ordem de uso: primeiro BNB, depois ETH, e por fim BTC. Assim, quando fizeres uma compra de 50€, o cartão usará primeiro o teu BNB, passando para ETH se o BNB acabar, e assim por diante.

Dica: Mantém sempre algum BNB na tua conta Binance, mesmo que não seja a tua cripto preferida. Usar BNB para pagar as taxas da Binance (incluindo as taxas do cartão) pode reduzir significativamente os teus custos.

4. Cartão Plutus

Plutus Card

O Plutus tem ganho terreno em Portugal, oferecendo algumas vantagens interessantes e um modelo de negócio um pouco diferente dos outros.

Prós:

  • Cashback até 8% em PLU – uma das taxas mais altas do mercado
  • Perks mensais interessantes – como reembolso parcial em subscrições de serviços populares
  • Não requer stake para o nível básico – podes começar a usar sem investimento inicial
  • Cartão físico gratuito – alguns concorrentes cobram pela emissão do cartão
  • Possibilidade de escolher os teus perks – oferece mais flexibilidade que outros cartões

Contras:

  • PLU pode ser menos líquido que outras criptos – pode ser mais difícil de trocar por euros
  • Taxas mensais para níveis superiores – o que pode comer parte dos benefícios
  • Limite de cashback mensal – após atingir o limite, não recebes mais cashback naquele mês
  • Menos integrado com uma exchange – pode ser menos conveniente para traders ativos

Um amigo meu usa o Plutus e está bastante satisfeito, especialmente com os perks mensais. Ele consegue escolher um reembolso parcial no Netflix num mês, e no Spotify no outro. Vale a pena considerar se procuras algo diferente e gostas da ideia de personalizar os teus benefícios.

Exemplo prático: Com o nível básico do Plutus, podes ganhar 3% de cashback em PLU em todas as compras, até um limite de 250€ por mês. Então, se gastares 1000€ num mês, receberias 30€ em PLU. Além disso, podes escolher um perk, como 10€ de reembolso em compras na Amazon, efetivamente aumentando o teu benefício total.

Dica: Se decides usar o Plutus, considera diversificar o teu PLU regularmente. Como é uma cripto menos conhecida, pode ser mais volátil. Trocar uma parte por euros ou por criptos mais estabelecidas pode ser uma boa estratégia de gestão de risco.

5. Cartão Nexo

Nexo Card

O Nexo oferece uma abordagem um pouco diferente, focando-se em empréstimos crypto. É uma opção interessante para quem quer manter as suas criptos a longo prazo, mas precisa de liquidez ocasional.

Prós:

  • Até 2% de cashback em crypto ou nexo tokens – não é o mais alto, mas é consistente
  • Sem taxas anuais – mantém os custos baixos
  • Possibilidade de usar crypto como colateral para crédito – útil para aceder a liquidez sem vender os teus ativos
  • Taxas de juro competitivas para empréstimos – especialmente se tiveres um bom histórico na plataforma
  • Suporte a múltiplas criptomoedas – incluindo stablecoins

Contras:

  • Taxas de juro podem ser elevadas se usares o crédito – é importante estar atento às condições
  • Menos focado em rewards comparado com outros cartões – o cashback é mais baixo
  • Risco de liquidação se o valor do colateral cair significativamente – é preciso monitorizar ativamente
  • Processo de aprovação pode ser mais rigoroso – nem todos os utilizadores são aprovados

Se estás à procura de uma opção que te permita aceder a liquidez sem vender as tuas criptos, o Nexo pode ser interessante. É particularmente útil para hodlers que ocasionalmente precisam de dinheiro para gastos maiores.

Exemplo prático: Digamos que tens 10.000€ em BTC na tua conta Nexo. Podes usar isso como colateral para obter um cartão de crédito com um limite de, digamos, 5.000€ (50% do valor do colateral). Quando usas o cartão, estás essencialmente a fazer um empréstimo contra o teu BTC. Se o BTC subir de valor, o teu limite de crédito pode aumentar; se descer, podes ter que adicionar mais colateral ou pagar parte do empréstimo.

Dica: Se decides usar o Nexo, considera usar stablecoins como colateral para empréstimos de curto prazo. Isso reduz o risco de liquidação devido à volatilidade do mercado.

Comparação Detalhada dos Cartões

Para ajudar na decisão, vamos fazer uma comparação lado a lado dos principais aspectos destes cartões:

CartãoCashback MáximoTaxas AnuaisCriptos SuportadasPerks AdicionaisRequisitos de Stake
Bybit10% (promoções)NenhumaBTC, ETH, USDT, maisPromoções frequentesNenhum
Crypto.com5%NenhumaCRO, mais váriasSpotify, Netflix, lounges de aeroportoSim, varia por nível
Binance8%NenhumaMúltiplasPromoções em BNBSim, para maiores benefícios
Plutus8% em PLUVaria por nívelPLUPerks personalizáveisNão para o nível básico
Nexo2%NenhumaMúltiplasAcesso a empréstimosNão, mas afeta as taxas

Considerações Adicionais

Além dos aspectos já mencionados, há algumas considerações adicionais importantes ao escolher um cartão crypto:

Segurança

A segurança é primordial quando se trata de finanças, especialmente no mundo crypto. Todos os cartões mencionados oferecem medidas de segurança padrão como autenticação de dois fatores (2FA) e notificações de transações. No entanto, alguns vão além:

  • O Crypto.com oferece seguros contra hacks em alguns níveis de cartão.
  • A Binance tem um fundo de segurança para proteger os utilizadores em caso de problemas.
  • O Nexo tem parcerias com custódias de renome para armazenamento seguro de ativos.

Experiência do Utilizador

A facilidade de uso pode fazer uma grande diferença no dia-a-dia:

  • A app da Bybit é conhecida por ser particularmente intuitiva.
  • O Crypto.com oferece uma experiência integrada com a sua exchange e outros produtos.
  • A Binance tem a vantagem de ser familiar para muitos traders de crypto.

Suporte ao Cliente

Quando surge um problema, um bom suporte ao cliente é crucial:

  • O Crypto.com e a Binance oferecem suporte 24/7 via chat.
  • O Plutus tem recebido elogios pelo seu suporte personalizado.
  • O Nexo oferece suporte por email e tem um centro de ajuda detalhado.

Estratégias de Utilização

Para tirar o máximo proveito do teu cartão crypto, considera estas estratégias:

  1. Timing de Carregamento: Se possível, carrega o teu cartão quando o mercado crypto está em alta. Isto maximiza o teu poder de compra em euros.
  2. Diversificação: Não ponhas todos os ovos no mesmo cesto. Usar múltiplos cartões pode ajudar a maximizar benefícios e minimizar riscos.
  3. Acompanhamento de Gastos: Usa as ferramentas de tracking oferecidas pelas apps para monitorizar os teus gastos e o cashback recebido.
  4. Aproveitamento de Promoções: Fica atento a promoções especiais. Muitas vezes, os emissores oferecem cashback extra em certas categorias ou períodos.
  5. Gestão de Staking: Se optares por fazer stake para níveis superiores, considera o risco-recompensa. Não faças stake de mais do que podes perder.

Aspectos Fiscais

É importante estar ciente das implicações fiscais de usar cartões crypto em Portugal:

  • Atualmente, Portugal não taxa ganhos de capital em criptomoedas para indivíduos, mas isto pode mudar no futuro.
  • O cashback recebido pode ser considerado rendimento em algumas jurisdições. Consulta um contabilista para clarificar a tua situação específica.
  • Manter registos detalhados das tuas transações é crucial para fins fiscais e de gestão pessoal.

Dica fiscal: Considera usar uma ferramenta de tracking de crypto para manter registos precisos de todas as tuas transações, incluindo compras com o cartão e cashback recebido. Isso pode ser inestimável se as leis fiscais mudarem ou se precisares de fazer declarações detalhadas.

O Futuro dos Cartões Crypto em Portugal

O panorama dos cartões crypto está em constante evolução. Algumas tendências e possibilidades para o futuro incluem:

  • Maior integração com serviços financeiros tradicionais
  • Possível regulamentação específica para cartões crypto
  • Aumento da concorrência, potencialmente levando a melhores benefícios para os utilizadores
  • Inovações tecnológicas, como integração com pagamentos contactless via smartphone

Conclusão

Espero que este guia extenso te tenha dado uma visão completa e detalhada dos melhores cartões de débito crypto disponíveis em Portugal em 2024.

Como podes ver, cada cartão tem os seus pontos fortes e fracos, e a escolha ideal depende muito das necessidades específicas, hábitos de gasto e objetivos financeiros.

Se és um trader ativo, o cartão da Binance ou da Bybit pode ser ideal.

Se valorizas perks como subscrições grátis, o Crypto.com pode ser a melhor opção. Para quem procura flexibilidade e personalização, o Plutus oferece características únicas.

E se estás mais interessado em usar as tuas criptos como colateral, o Nexo apresenta uma proposta interessante.

Lembra-te sempre: o mundo das criptomoedas é volátil e em rápida evolução. O que é a melhor opção hoje pode não ser amanhã.

Mantem-te informado e faz a tua própria pesquisa sobre qual cartão escolher e, acima de tudo, investe de forma responsável.

Se tiveres usado algum destes cartões, partilha a tua experiência nos comentários.

Disclaimer: Este post é apenas para fins informativos e não constitui aconselhamento financeiro. Faz sempre a tua própria pesquisa e consulta um profissional financeiro antes de tomar decisões de investimento. As criptomoedas são voláteis e comportam riscos significativos.

O Artigo foi útil? Partilha Agora!

Escolhe a rede social abaixo e partilha com um só click.

Preciso de Ajuda