Aprenda a posicionar o seu website (SE01EP02): Os 4 algoritmos de ranking mais importantes do google

SEO (Otimização de motor de busca) é o canal mais valioso para websites de empresas de serviços ou produtos no seguemento B2B.

Sabia que o google pode agora determinar a diferença entre um website que merece estar listado e um website que não? Pois consegue, e melhor que nunca.

Os dias da manipulação de ranking com base na manipulação de palavras chave já lá vão. Ao invés disso, hoje em dia, o google utiliza o seu portefólio de algoritmos e programas de aprendizagem de linguagem máquina para encontrar, digerir e mostrar páginas relevantes de resultados web que correspondam à procura do utilizador.

Quer ajude vários clientes, ou faça a gestão dos seus próprios sites, um profundo conhecimento do funcionamento do google pode catapultar o tráfego do seu website e destruir a sua competição. O truque é entender como e porque é que o google prioritiza os websites.

O que é um algoritmo de busca? É um processo, ou conjunto de regras utilizadas por motores de busca para determinar a significância de uma webpage. Os algoritmos são utilizados para filtrar, digerir e avaliar páginas web para garantir que os resultados de uma busca correspondam ao que ele procurou.

Como a Internet cresceu exponencialmente, o Google teve que se tornar numa máquina de filtragem de dados. Para dar resultados que correspondem ao que o utilizador procura, o google cria um index de páginas web relevantes sobre o assunto pesquisado.

O google não é a internet e ao invés disso deve ser visto como um “portal” que ajuda os utilizadores a encontrar o que procuram, da forma mais correta possível. O google domina a indústria, sendo utilizado 3.5 mil milhões de vezes por dia. Com tanta procura e potencial para garantir o sucesso de um site e negócio, é claro que investir o tempo para agradar aos algoritmos do google é uma excelente ideia.

 

Quais são os 4 algoritmos mais importantes, e o que fazer para lhes agradar?

 

1. Panda

O panda cria uma “pontuação” com base num espectro de critérios de qualidade que são maioritariamente focados à volta de conteúdos que é atualizado regularmente. Originalmente construido para se comportar como um filtro de rankings, para evitar listar sites com informações plagiarizadas ou de pouco interesse, o panda foi mais tarde incorporado no algoritmo de ranking principal em 2016. Este algoritmo faz parte da estrutura principal dos fatores de ranking do google que ajudam a providenciar resultados de busca que transmitem informação útil, e que mantém o google como o motor de busca mais importante da Internet.

Como funciona?

O panda gosta de conteúdo único e de qualidade. O algoritmo reconhece duplicação de conteúdo página a página (quer internamente quer entre sites) e não gosta de abusos de palavras chave.

Sites com muitas páginas duplicadas ou conteúdo de fraca qualidade pode descer o site no ranking, o que reduzirá o tráfego. Páginas com conteúdo de alta qualidade merecem melhor lugar no ranking. Contudo, este não é sempre o caso, especialmente em mercados online onde existe muita competição e outros factores são mais importantes, como a equidade de domínio e os backlinks.

Como garantir que o nosso site não será penalizado

Os webmasters, gestores de SEO e donos de websites podem fazer a diferença no que toca a agradar ao Panda. Como o algoritmo é constantemente atualizado, é importante continuar sempre com as melhores práticas de estratégia de conteúdo de forma a proteger o nosso website de qualquer update futuro. Siga estas três estratégias:

-Assegure-se que o seu conteúdo é 100% único, nunca copie nem altere conteúdo alheio.

-Não crie páginas de pouco conteúdo. Tente sempre ter o mínimo de 200 palavras por página. Escrever algum conteúdo é sempre melhor que escrever nenhum.

-No caso de as páginas sem conteúdo não puderem ser atualizadas com mais texto, deverá considerar a sua de-listagem do index do google para reduzir a exposição negativa. Isto pode ser feito através da edição do ficheiro robots.txt ou editando os ficheiros dentro dos plugins de SEO como o Yoast SEO.

Aqui está um excelente exemplo de algo que o Panda não vai gostar devido à falta ou inexistência de conteúdo. A página tem muito código e não tem qualquer razão para ser indexada pelo index do google.

 

Para páginas com pouco ou nenhum conteúdo que não queira tirar do index, tente incorporar conteúdo como respostas a questões frequentes.

2. Penguin

Incorporado no algoritmo principal em 2016, o Penguin é um filtro de processamento de dados de localização independente que revela e desvaloriza sites com backlinks possivelmente manipuladores. Os updates contínuos do penguin alteraram constantemente a industria SEO e hoje em dia, utilizar táticasdesatualizadas pode penalizar bastante os sites e até fazer com que sejam desindexados pelo google. O foco do algoritmo nos backlinks garante que os gestores de SEO e webmasters façam por atrair backlinks de elevada qualidade que são vistos como um voto de confiança entre websites.

Como funciona?

O algoritmo gosta de ver relações entre links fiáveis entre websites. A criação de links de alta qualidade continua a ser uma das táticas mais importantes na subida de ranking e o Penguin garante que o sistema não é manipulado. Correndo em tempo real, o penguin começa a funcionar quando os sites criam volumes alarmantes de links num curto espaço de tempo, pagam por links ou utilizam técnicas ilegais. O algoritmo também monitoriza perfis de “texto ancora” pois estes podem ser bem orquestrados para influenciar rankings. A manipulação do Penguin através de táticas não éticas pode resultar numa grande perda de tráfego.

Como garantir que o nosso site não será penalizado

Evitar truques para subir no ranking. Tão simples quanto isso. Para evitar problemas é essencial criar links que queremos que existam e não só porque queremos melhores resultados no ranking. Se não tiver experiência na criação de links ou quiser melhorar, lembre-se que o melhor a fazer é criar links que nunca quererá remover.

Deparou-se com uma diminuição no tráfego ou está com medo de estar a ser penalizado? Mantenha a calma pois é possível fazer algo antes que seja tarde demais. Ferramentas pagas de backlinking como a majestic e ahrefs ajudá-lo-ão a avaliar a pegada de um site e dizer-lhe em que áreas pode melhorar.

Para medir os níveis de links indesejáveis no seu domínio precisará de rever o seu “texto ancora”. Utilizando a ferramenta do majestic, está aqui um exemplo de um site que parece ter atingido o top 10 de uma forma anormal, pois está cheio de links que são spam.

 

O texto ancora deve ser natural e conter palavras chave relacionadas com o serviço ou produto. Se detectar texto ancora no seu top 10, deverá investigar imediatamente.

3. Hummingbird

Algoritmo que mudou significativamente a forma como o motor de busca interpretou as buscas dos utilizadores e recompensa os sites que respondem a uma frase. A introdução do Hummingbird fez com que os sites se focassem em corresponder à “intenção de busca” ao invés de se focar em atingir o ranking com base numa palavra-chave ou frase. O objetivo final deste algoritmo foi o de ajudar a melhor a entender o que é que os utilizadores procuram, ao invés de simplesmente apresentar várias possíveis respostas com base em palavras chave. Em suma, o Hummingbird ajuda os utilizadores a encontrar o que querem, enquanto que utiliza o google a encontrar, filtrar e demonstrar resultados que são focados de forma mais precisa no significado por detrás de cada busca.

Como funciona?

Ao contrário do Penguin, o Hummingbird não se baseia em penalizações. Ao invés disso, ele faz por descobrir a intenção do utilizador, tendo em consideração a possível relevância dos sites listados para cada busca, e recompensa sites que utilizam sinónimos naturais e palavras chave longas. O Hummingbird não só entende como diferentes audiências se comportam, o algoritmo também consegue reconhecer rapidamente o que é que uma pessoa procura, através da demonstração de várias sugestões na caixa de busca antes de demonstrar os resultados.

Para buscas não reconhecidas ( sabia que cerca de 15% das buscas efetuadas no google nunca foram efectuadas antes?) O google utiliza o seu algoritmo de inteligência artificial Rankbrain. Lançado em 2015, este supercomputador não só decifra a intenção por detrás de novas buscas como também filtra os resultados.

Como lhe agradar

Sites que implementam um cruzamento combinado de critérios de algoritmos deverá subir no ranking significativamente a curto ou médio prazo. Se o seu site não estiver a ter sucesso no ranking do seu nicho, há boa chance de o Hummingbird estar a influenciar o seu posicionamento. Tente criar fundações que agradam ao hummingbird, como respostas humanas a questões com conteúdo. Incluindo sinónimos e escolhendo longas palavras chave ou frases. Para encontrar sinónimos, o Ubersuggest é uma boa forma de começar. Para além do mais, olhar para os resultados de busca relacionados do google vale sempre a pena. Olhar para os sites acima do seu no ranking também é sempre uma boa ajuda.

Aqui está um exemplo de um site eCommerce que gera conteúdo com base em questões frequentes. Isto ajuda o Hummingbird a entender a relevância do website.

Antes de criar novas páginas, pergunte-se: qual o propósito desta página? Saber o propósito o mais rapidamente possível permitir-lhe-á procurar possíveis sinónimos, palavras chave e explorar a competição.

4. Pigeon

O objectivo deste algoritmo é fornecer melhores resultados para buscas locais. Antes do Pigeon, as buscas locais do google eram muito menos ineficazes e um update era necessário para incorporar quer a localização quer a distância como factores importantes na apresentação de resultados. Subsequentemente, o Google reduziu o numero de resultados de negócios locais de 7 para 3, fazendo com que a exposição local fosse ainda mais difícil. Contudo, o algoritmo foi combinado de forma eficaz com resultados do google maps e criou uma forma mais coesa para que os sites entrassem de forma orgânica no ranking de pesquisas locais.

Como funciona?

O algoritmo baseia-se na obtenção de dados na localização e distancia de um utilizador antes de mostrar os resultados da busca (estes dados precisam de ser partilhados com o google, ou os resultados serão baseados nas palavras chave apenas).

Como aproveitar as funcionalidades do Pigeon para sucesso local?

O pigeon recompensa consistência de dados em relações locais. É importante focarmo-nos num SEO que incorpore palavras chave e aproveitemos as vantagens das listagens do My Business do Google. Se quiser impressionar realmente o Pigeon, procure criar listagens de diretórios de elevada qualidade com dados consistentes, e trabalhe para estabelecer avaliações positivas de utilizadores. Com muitos negócios locais a depender do google, uma compreensão deste algoritmo irá ajudá-lo ter uma vantagem sobre a competição.

Aqui temos um bom exemplo de um negócio local que se aproveita do My Business e publica conteúdo com base em palavras chave locais. Isto ajuda o Pigeon a entender a localização de possíveis clientes.

 

É importante tratar o SEO local como tratamos a nossa reputação legal. Lembre-se de dar os mesmos dados em todos os cantos da internet, levar as avaliações a sério e ajudar o algoritmo Pigeon a entender a localização da sua audiência com conteúdo especifico.

Conclusão

É importante aprofundar o conhecimento sobre a forma como o google hierarquiza os websites, e nas formas como podemos tirar o melhor partido disso. É importante lembrar que melhorar o ranking de um website é um processo que pode demorar, e que requer estratégia. Contudo, conseguir corresponder às expectativas de cada algoritmo fará com que consigamos atingir sucesso online. Executar táticas desenhadas para impressionar o algoritmo do google é sempre a melhor estratégia, pois são eles que criam as regras do sucesso ou fracasso.

Na Intuitiva somos especialistas em criar sites,  se precisa de um website novo ou de restruturar um website atual, fale connosco e peça o seu orçamento.