Todos os relatórios sobre o assunto têm vindo a demonstrar que são raros os CEO que têm actividade nas redes sociais. Pese embora a vasta maioria dos CEO sejam carismáticos e tenham uma experiência de vida que vale a pena partilhar, são muito raros os que tenham uma presença online que valha a pena partilhar.

 

Sabendo que a presença online é fundamental para qualquer marca e/ou profissional, como é que os deve convencer a entrar na rede? Aqui ficam oito conselhos:

Enfrente os medos

Os CEO, Presidentes ou gestores sénior não raras vezes têm um certo medo em relação às redes sociais. Se estiver com sorte, eles têm as suas contas privadas e têm alguma noção das várias formas de comunicação.

Pese embora a sua experiência, deve informá-los sobre quais os benefícios e riscos de utilizar profissionalmente este tipo de comunicação. Encontre e mostre-lhes contas de outros CEO. Encorage todos a seguirem estas presenças online e mostre-lhes como é que podem ajudar uma organização. É mais fácil de ultrapassar um medo quando é outro a desbravar o caminho.

Explique qual a importância da personalidade

Ensine aos seus superiores como é importante adicionar uma certa dose de personalidade à sua imagem online. Eles devem sentir-se confortáveis em mostrar algumas emoções ou outro tipo de reacções publicamente para que isto possa funcionar. Se não concordarem em tomar partido em questões que são relevantes para a empresa, então este poderá não ser o modo de comunicação a adoptar.

Encontre a melhor saída

Mesmo que já tenha encontrado qual o melhor recurso para a sua organização, tal não quer dizer que esta seja uma solução standard para os CEO. Discuta objectivos, compromissos de agenda, redes de suporte, processos de aprovação e interesses pessoais do seu CEO. Alguns encaixam-se perfeitamente no carácter breve do Twitter, enquanto outros preferem um blog para explicar os seus pontos de vista. Se o seu CEO preferir fotografias do seu trabalho, aí deverá considerar o Tumblr ou o Instagram.

Treine e explique

Assim que chegue acordo sobre que rede social utilizar, ambos se devem comprometer no treino. Dedique algum tempo para tutoriais à porta fechada, para que se possam proteger alguns egos. Forneça posts rascunho para revisão enquanto não se sentirem confortáveis em partilhá-los publicamente. Lembre-se que a formação em redes sociais deve ser uma aprendizagem constante.

Desenvolva pontos de vista únicos

Alguns CEO poderão pensar que não têm nada de novo para partilhar. Impressione-os e mostre-lhe que não só se trata de fornecer um pouco mais de informações sobre o seu carácter, como também de reforçar a marca da sua organização. O seu CEO tem uma visão única sobre a organização, podendo e devendo fornecer informações que o podem ajudar em atingir os objectivos relacionados com a transparência.

Suje as mãos

As redes sociais são a oportunidade perfeita para esbater a imagem de um CEO atrás de uma secretária, entupido em burocracia. Quando saírem do escritório em trabalho é importante tirar fotografias e recolher informação para  futuras publicações para que, acima de tudo, se garanta que tudo o que é publicado demonstre a crescente ligação entre o líder da organização e a missão e apoiantes desta.

Sublinhe o carácter 24/7 das redes sociais

O seu CEO deve estar disponível para responder a questões do público e participar em diálogos. Se está a escrever pelo seu CEO, ele ou ela devem estar preparados para aprovar as publicações durante o dia ou noite.

Esqueça o departamento jurídico

A menos que a revisão legal de todas as suas publicações faça parte da sua política de redes sociais, confie no seu CEO assim como ele confia em si. O desenrolar dos processos deverão determinar o nível de revisão que será necessário. Se escreve baseado em discussões, então será adequada uma breve revisão com o seu CEO.

Como planear um website?

Subscreva a nossa newsletter e faça download gratuito do nosso guia de planeamento essêncial de um website.